Notícias

Conheça a atuação do Deputado Francisco Jr para as pessoas autistas

O Dia Mundial da Conscientização do Autismo, celebrado anualmente no dia 02 de abril, foi instituído ainda no ano de 2008 pela ONU – Organização das Nações Unidas, com o objetivo de trazer mais atenção para as pessoas que possuem essa condição clínica.

O Autismo faz parte dos possíveis diagnósticos fornecidos pelo quadro do Transtorno do Espectro Autista (TEA), que engloba transtornos relacionados ao neurodesenvolvimento, que são caracterizados por alterações em dois domínios principais: interação e comunicação social, padrões restritos e comportamentos repetitivos.

Segundo dados da OMS – Organização Mundial da Saúde, o transtorno do espectro autista atinge cerca de 70 milhões de pessoas no mundo todo e mais de dois milhões apenas no Brasil. Esses números destacam a necessidade de um olhar mais atento as pessoas que fazem parte do espectro autista e que todos os dias sofrem pela falta de conhecimento de terceiros.

img_8663

O deputado estadual Francisco Jr (PSD), sempre ativo na área de políticas públicas voltadas para a promoção de inclusão, no dia mundial da conscientização do autismo do ano de 2013, apresentou projeto de lei que defendia a criação do dia estadual da conscientização do autismo.

O projeto se tornou lei em novembro do mesmo ano e institui no âmbito do estado de Goiás, o Dia Estadual de Conscientização do Autismo que é celebrado no dia 02 de abril, mesma data do dia mundial. 

Ao justificar a importância da data, o deputado citou as diversas formas de manifestação do transtorno “Algumas crianças, apesar de autistas, apresentam inteligência e fala intactas, outras apresentam sérios problemas no desenvolvimento da linguagem. Alguns parecem fechados e distantes, outros presos e rígidos e restritos padrões de comportamento. Os diversos modos de manifestação do autismo também são designados de espectro autista, indicando uma gama de possibilidades dos sintomas do autismo”, explica Francisco.

Além da lei de 2013, Francisco Jr também é autor de projeto que ainda tramita na Assembleia Legislativa. O projeto, apresentado em março de 2017, defende a criação de política estadual para a proteção dos direitos da pessoa com transtorno de espectro autista e busca estabelecer diretrizes para a promoção do exercício desses direitos.

Dentre os direitos destacados pelo projeto de lei estão o direito à vida digna, integridade física e moral, o livre desenvolvimento da personalidade, a segurança e o lazer; além da proteção contra qualquer forma de abuso e exploração e o acesso a ações e serviços de saúde, com vista à atenção integral de suas necessidades de saúde.

“O impacto do autismo sobre as famílias é muito grande dos pontos de vista emocional, social e econômico. A maior divulgação dos direitos e principalmente das garantias legais são um apoio fundamental para a inserção das pessoas e seus familiares”, afirma o deputado na defesa do projeto e continua, “Pessoas antes nunca diagnosticadas, diagnosticadas em idade escolar ou já adultas, agora podem ter suas características relacionadas ao autismo, detectadas antes dos 18 meses de idade”, finaliza Francisco Jr.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s