Notícias

Ministro afirma a membros de comissão que não faltarão recursos para a vacinação

Relator da Comissão Mista destinada a fiscalizar as ações da União durante a pandemia da Covid-19, o deputado federal Francisco Júnior (PSD), questionou o ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre as medidas que o governo federal pretende adotar no próximo ano, principalmente para combater as questões sociais. “Estamos há vários meses trabalhando a mitigação dos efeitos da pandemia e há uma inquietação quanto aos resultados. Com o fim do auxílio emergencial, o comportamento da economia dependerá da atuação do governo”, afirmou Francisco Júnior

Destacando que a reunião seria a última antes da apresentação do relatório final da comissão, que deve ocorrer na próxima sexta-feira, dia 18, o deputado também perguntou a Paulo Guedes sobre a importância das reformas nesse contexto. “O valor de 600 reais deu um empurrão na economia, embora com um fôlego menor. Agora, vai acabar o auxílio, mas economia está voltando em ‘V’ e vai chegar ao fim do ano em vários setores com capacidade produtiva maior. Não cobrem da economia. Quem faz o timing das reformas é a política”, disse o ministro.

Na sequência, ao se referir ao pós-pandemia destacado pelo relator, Paulo Guedes afirmou que não faltarão recursos para realizar a compra da vacina e a campanha de aplicação. “É um sonho, é uma aspiração do brasileiro. Se existe vacina, nós temos que buscar onde estiver, e não vai ser por falta de recursos que vamos deixar de cumprir essa obrigação nossa. Nós estamos falando de US$ 4 bilhões, o que, na verdade, são R$ 20 bilhões”, disse o ministro.

A Comissão Mista tem prevista ainda a realização de mais duas reuniões para o encerramento dos trabalhos, uma no dia 16, para leitura do relatório final, a ser apresentado pelo deputado federal Francisco Júnior (PSD-GO), e outra no dia 18, para a votação desse relatório. Presidida pelo senador Confúcio Moura (MDB-RO), a comissão da covid-19 tem prazo de funcionamento até 31 de dezembro, data do encerramento do período de calamidade pública estabelecido por decreto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s